miembros

Correo electrónico: 
morganiguzzo@gmail.com

Morgani Guzzo

Universidad Federal de Santa Catarina (UFSC) / Laboratorio de Estudios de Género e Historia (LEGH)

  • Licenciada en Comunicación Social (Periodismo), con Master en Letras, ambas por la Universidade Estadual do Centro Oeste (Unicentro/Paraná/Brasil).
  • En 2019 concluyó su tesis doctoral titulada “Corpos y campos plurais: os feminismos das Marchas das Vadias no Brasil” (Cuerpos y campos plurales: los feminismos de las Marchas de Las Putas en Brazil), en el Programa de Pós-graduacão Interdisciplinar em Ciências Humanas en la Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), con financiamiento de la Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES/Brasil).

Líneas temáticas:
Movimientos feministas, movilización política, género, afectos y emociones.

Líneas de investigación:
Emociones colectivas y cambio social. Género y emociones.

produccion academica

Artículos

  • GUZZO, M; WOLFF, C. S. Afetos no engajamento político das Marchas das Vadias no Brasil (2011-2017). Revista Estudos Feministas, vol.28 no.2. Florianópolis, 2020. https://doi.org/10.1590/1806-9584-2020v28n272429 

  • FONSECA, I.; GUZZO, M. Feminismos y herida colonial: una propuesta para rescatar los cuerpos secuestrados en Brasil. Tabula Rasa: Revista de Humanidades, Bogotá, v. 29, 2018, p. 65-84.

  • GUZZO, M.; FONSECA, I. Mestiçagem: uma categoria teórico-política para os feminismos latino-americanos – entrevista com María Luisa Femenías. Cadernos de Gênero e Diversidade, v. 4, 2018, p. 72-88.

  • VEIGA, A. M.; GUZZO, M. “Trans-historizar” o espaço público dentro e fora da academia: Desafios para a historiografia e para o feminismo? Esboços, v. 23, 2016, p. 182.

  • GOMES, MAURÍCIO PEREIRA ; GUZZO, MORGANI . Direito, gênero e feminismo: uma conversa com Ela Wiecko Volkmer de Castilho. Revista Estudos Feministas, v. 24, 2016, p. 893-903.

  • GUZZO, M.; TEIXEIRA, N. O Olho, a voz e a imagem da Rua: o documentário “Mais um…” como instrumento de denúncia e empoderamento. Verso e Reverso (Unisinos. Online), v. 28, 2014, p. 174-185.

  • GUZZO, M.; LONDERO, R. R. . A(s) Guerra(s) dos Meninos: Uma Adaptação, Vários Sentidos. Ação Midiática – Estudos em Comunicação, Sociedade e Cultura, 2014, p. 1-12.

  • GUZZO, M.; TEIXEIRA, N. Jornalismo investigativo e Literatura: o Livro- reportagem atuando na Denúncia Social. Revista Interfaces, v. 2, 2011, p. 71-79.

  • GUZZO, M.; TEIXEIRA, N. Confluências entre Jornalismo, História e Cinema: narrativas de Ruanda. CERRADOS (UNB. IMPRESSO), v. 19, 2010, p. 141-160.

  • GUZZO, M.; TEIXEIRA, N. O genocídio em Ruanda: intersecções entre jornalismo, história e cinema. Verso e Reverso (Unisinos. Online), v. 24, 2010, p. 83-94.

Publicación en libros

  • GUZZO, M. Performance estética feminista para uma crítica ao Jornalismo. In: Daisi Vogel; Marcelo Barcelos. (Org.). Estética do Jornalismo: O Jornalismo e o Sensível: políticas do corpo e da imagem. 1ed. Florianópolis: Insular, 2019.

  • GUZZO, M.; WOLFF, C. S. Mobilizações feministas e LGBT+ na contemporaneidade: a efervescência dos coletivos na UFSC, em Florianópolis/SC. In: CRESCÊNCIO, C. L; SILVA, J. G.; BRISTOT, L. S. (org.). Histórias de Gênero. 1ed.São Paulo: Verona, 2017, v. 1, p. 195-217.

  • PASSOS, J. C.; GUZZO, M. A relação entre movimento negro e academia na construção e implantação de políticas públicas: o caso das ações afirmativas na UFSC. In: PEDRO, J. M.; FREIRE, P. S.. (Org.). Interdisciplinaridade: universidade e inovação social e tecnológica. 1ed.Curitiba: CRV, 2016, v. 1, p. 143-158.

  • GUZZO, M.; TEIXEIRA, N. Narrativas de um genocídio: as histórias de Ruanda em livro-reportagem e no cinema. In: Ricardo André Ferreira Martins. (Org.). Literatura e Cinema: interartes, intersemiose, intermidialidade e transmidialidade. 1ed.Jundiaí: Paco Editorial, 2015, v. 1, p. 1-224.